Os 100 Anos da Vírgula

Recebi um e-mail da amiga Deslanieve Daspet, Embaixadora Universal da Paz, cujo conteúdo é  dedicado ao uso da vírgula, aquele sinalzinho incômodo (para alguns, ou muitos) que às vezes sobra, às vezes falta, e outras vezes muda o sentido do texto; trata-se de uma campanha, em comemoração ao seu centenário.

A minha profissão não me deixa outra alternativa, senão compartilhar com vocês. Vai ser útil para quem tem filhos, sobrinhos, primos, netos, etc…


A palavra “vírgula”, em sua origem latina, é um diminutivo: “virga”(= vara) + “-ula” (= sufixo diminutivo). “Vírgula”, portanto, significa “varinha”. Essa é a razão de sua forma lembrar um pequeno ramo.

A maioria dos manuais ensina que a vírgula corresponde a uma pausa. Um olhar atento, porém, perceberá que isso não é verdade. Muitas vezes, há pausa, mas não há vírgula. Eis um exemplo: “Eu fui e voltei”.

A constatação desse fato levou o saudoso Celso Luft a afirmar que “a pontuação em língua portuguesa obedece a critérios sintáticos, e não prosódicos”. Ou seja, a vírgula é um recurso da escrita que serve para separar palavras, organizando-as e deixando claras suas relações sintáticas.

Nossa convivência com textos nos deu a certeza de que para empregar bem a vírgula é preciso saber análise sintática. Os que não sabem análise sintática tendem a se apoiar na história da pausa e erram enchendo o texto de vírgulas.

Em resumo, se você quer dominar o emprego da vírgula, aprenda primeiro análise sintática. Livre-se também da falsa ideia de que toda vírgula representa uma pausa. E o mais importante, “economize vírgulas!”, pois a tendência entre os que não dominam as regras gramaticais é carregar nas vírgulas. Ooops…


A Associação Brasileira de Imprensa (ABI), “homenageou” recentemente a vírgula com um trocadilho muito interessante, mostrando que uma vírgula fora do lugar pode mudar totalmente o sentido de uma frase:

Vírgula pode ser uma pausa… ou não.
Não, espere.
Não espere..

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode criar heróis..
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

A vírgula pode condenar ou salvar.
Não tenha clemência!
Não, tenha clemência!

Uma vírgula muda tudo.

ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.

Detalhes Adicionais:

SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.

* Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER…

* Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM..

Anúncios

Sobre osvaldoescritor

Comecei a escrever Poesias aos 9 anos de idade, nasci em Erechim (RS), fui criado em Erval Grande (interior do Rio Grande do Sul), hoje com 24 anos tenho mais de 5 mil Poesias escritas, 1 livro lançado recentemente na 8ª FLIP, na 21ª Bienal de SP, na 13ª Feira do Livro de Erechim - RS, na 56ª Feira do Livro de Porto Alegre - RS e na 24ª Feira do Livro de Passo Fundo - RS, além de mais 5 livros editados aguardando a oportundade de serem publicados. Abri mão do curso de Medicina para viver de minha Arte e verdadeira Paixão. Tenho devoção pela Poesia e todos os sentidos que ela desperta em mim e naqueles que tem contato com a minha Obra. Sou idealizador do Projeto "Ler é Viver", que promove Oficinas Literárias para jovens de escolas Públicas, que também promove doações de Livros à Bibliotecas Públicas estejam elas onde estiver. Iniciei minha participação em Feiras do Livro por todo Território Nacional. Fui entrevistado pelo Canal Futura, pela TV Câmara e pelo Site Identidade Noroeste. Sou totalmente adepto à causa e à Campanha "EU LEIO AUTORES BRASILEIROS", que estimula e promove a leitura de autores independentes no Brasil e no mundo num mercado extremamente competitivo e feroz. Sou um Autor Independente e com muito orgulho disso, cultivo as boas amizades, a família e os bons sentimentos em meu coração.
Esse post foi publicado em Autores Independentes, Best Seller, Bienal, Cultura, Direitos Autorais, Educação, Eventos, Feira do Livro, FLIP, Lançamentos, Língua Portuguesa, Literatura, Livraria, Livros, Poetas, Reportagens, Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s